terça-feira, 31 de janeiro de 2017

BRASIL: O BURACO AUMENTA

Contas públicas terminam 2016 com rombo recorde de R$ 154,3 bi

As contas públicas encerraram 2016 com um rombo histórico de R$ 154,3 bilhões. O resultado, já esperado, é recorde e foi consequência de uma combinação perversa de receitas em queda e despesas engessadas. Segundo relatório divulgado pelo Ministério da Fazenda nesta segunda-feira, as receitas somaram R$ 1,088 trilhão no ano passado, o que representa uma queda real (já descontada a inflação) de 4,1% em relação a 2015. Já as despesas acumularam R$ 1,242 trilhão – uma queda real de 1,2%.
Com esse resultado, a equipe econômica conseguiu ficar abaixo da meta de resultado primário fixada para o governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) para o ano. Ela era um déficit primário de R$ 170,5 bilhões. De acordo com o relatório, a diferença entre a meta e o resultado final, de R$ 16,2 bilhões, será parcialmente usada pelo governo para compensar uma frustração no resultado fiscal das empresas estatais.

Nenhum comentário: