quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

BERNARDINHO DAR ADEUS A SELEÇÃO DE VOLEY

Bernardinho não é mais o técnico da Seleção Brasileira de vôlei masculino
 
72
Bernardinho não é mais o técnico da Seleção Brasileira de vôlei masculino. O anúncio da saída do treinador foi feito nesta quarta-feira em entrevista coletiva por Radamés Lattari, ex-técnico do Brasil e atual diretor de eventos da Confederação Brasileira de Vôlei. Renan Dal Zotto assume a equipe a partir de agora.
Bernardinho dirigia a Seleção masculina desde 2001. Sob seu comando, o Brasil foi bicampeão olímpico em Atenas 2004 e Rio 2006. Ele também conduziu a equipe ao tricampeonato do Mundial de Vôlei (2002, 2006 e 2010), ao bi da Copa do Mundo (2003 e 2007) e dos Jogos Pan-Americanos (2007 e 2011), além de ter conquistado a Liga Mundial oito vezes (2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010).
Segundo Radamés Lattari, o “desgaste natural” foi a razão de Bernardinho ter optado por deixar o cargo.
De acordo com o dirigente, este desgaste também é devido ao trabalho com a Seleção feminina, que antecedeu o da masculina.
O novo treinador da Seleção também participou da coletiva. Em sua primeira entrevista, Renan Dal Zotto, que conquistou a prata olímpica como jogador em Los Angeles 1984, destacou a missão de suceder um treinador vencedor como Bernardinho.

Nenhum comentário: